"Cantando a pedra", exposição de fotografia e poesia do Coletivo Olho de Vidro, em Ouro Preto, MG

Esta é a décima primeira exposição de fotografia e poesia do Coletivo Olho de Vidro, formado pelos fotógrafos Alexandre Martins, Antônio Laia e Eduardo Tropia e pelo poeta Guilherme Mansur, que anualmente se reúne para apresentar seu olhar normalmente dedicado à cidade de Ouro Preto.

O objetivo do Coletivo é estabelecer um espaço de reflexão e experimentação, onde cada qual materializa o seu imaginário sobre o tema proposto, sem que haja interferência alguma, ou mesmo conhecimento, na produção individual dos trabalhos. O encontro do Coletivo se dá menos por uma afinidade estético conceitual e mais pela diversidade com que se trata o tema, o que possibilita a surpresa que cada um pode oferecer e do resultado consequente do conjunto de obras. Neste ano de 2017, o Coletivo traz o tema "Cantando a pedra", onde canta todas as pedras do mundo nas pedras de Ouro Preto.

 

Apoio: Museu da Inconfidência e Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana – Fórum das Artes 2017.

Contatos para informações complementares:

colevioolhodevidro@yahoo.com.br

 

Todas as fotografias e textos apresentados neste site têm seus direitos de uso reservados. Desta forma, não é permitida a reprodução, cópia ou utilização dos mesmos sem prévia autorização formal do detentor dos direitos.